Make your own free website on Tripod.com

Vidas Secas

Ideologias / Sonhos

Home / Biografia
Personagens
Audio Visual
Gramática
Ideologias / Sonhos
Ambientes
Tristezas / Exploração
Final / Conclusão
Organizadores

Ideologias

 

1. “Os meninos eram uns brutos como o pai quando crescessem, guardariam as reses de um patrão invisível,seriam pisados, machucados por um soldado amarelo”.

Esse trecho trata-se da falta de expectativa de vida dos meninos, não havia muita esperança entre eles e seus pais, tinham a idéia de um futuro não muito prospero sem esperanças de uma melhora em suas vidas, o destino reservava a eles uma vida tão triste quanto à de seus pais.

 

2. "Bichos. As criaturas que me serviram durante anos eram bichos. Havia bichos domésticos, como Padilha, bichos do mato, como Casimiro Lopes, e muitos bichos para o serviço do campo, bois mansos. Os currais que se escoram uns nos outros, lá embaixo, tinham lâmpadas elétricas. E os bezerrinhos mais taludos soletravam a cartilha e aprendiam de cor os mandamentos da lei de Deus."

(Graciliano Ramos - S. Bernardo)

 

 

Nesse trecho de autoria de Graciliano Ramos é possível observar como ele fala dos animais como se eles fossem mais racionais do que nos humanos, é que ocorre no livro Vidas Secas que traz idéia de que a cadela Baleia aparenta ser mais racional do que alguns dos personagens presentes na história, mesmo ela sendo um animal que ditamos de irracional ela chega a ser mais racional e ter sentimentos ao contrário de Fabiano que parecia não ter sentimentos.

 

Sonhos
 
Sinhá Vitória: Seu sonho era ter uma cama igual à de seu Tomás da bolandeira.
 
Fabiano: Desejava apenas como o seu Tomás da bolandeira, falava palavras dificéis tentando falar bem, enfim, queria ser cortês.
 
O menino mais novo: Queria ser igual ao pai, um vaqueiro forte, trabalhador.
 
O menino mais velho: Sua vontade era ter respostas às suas perguntas enigmáticas como quando ele pergunta à mãe como é o inferno.